Pensamentos aleatórios

31 de julho de 2015

Os extratos falsos da mafiosa Veja


Do blog do Altamiro Borges:

Se o ex-craque Romário, presidente da CPI do Futebol, não cair na retranca, a Veja pode sofrer uma baita goleada nos próximos dias. Em mais uma de suas matérias criminosas, ainda não se sabe porque motivos espúrios, ela acusou o senador do PSB de manter conta irregular no valor de R$ 7,5 milhões no banco BSI da Suíça. Nesta semana, porém, a instituição financeira comprovou que os extratos publicados na revista do esgoto são falsos. Romário já havia anunciado que processaria os jornalistas e a Editora Abril. Agora, é o próprio banco que informa que tomará providências jurídicas. 

Em entrevista ao Estadão, Romário relatou que se reuniu, nesta quinta-feira (30), com a diretoria do BSI em Genebra e que ficou decidido abrir dois processos criminais contra o panfleto sensacionalista. Para ele, a publicação dos extratos falsos teve como objetivo intimidar a CPI do Futebol, que iniciará seus trabalhos em 4 de agosto. "Eles tentaram mais uma vez me destruir, denegrir a minha imagem... Eu vim aqui e confirmei o que já imaginava. Eu não tenho relação com o banco e tinha certeza de que esse dinheiro era impossível de ser meu. Ninguém esquece R$ 7,5 milhões, principalmente na crise", afirmou ao jornal. Ao final, o ex-craque reafirmou que vai partir para o ataque:

"Eu estava de férias, sentado, e a bola veio e quicou. Não tinha jeito. Está no sangue. Tenho que fazer o gol". Em seu perfil no Facebook, o jogador ainda ironizou: “Chateado. Acabei de descobrir aqui em Genebra, na Suíça, que não sou dono dos R$ 7,5 milhões". Até agora, a direção da Editora Abril, os jornalistas que assinaram a reportagem (Thiago Prado e Leslie Leitão), o diretor de redação Eurípedes Alcântara e os redatores-chefes Lauro Jardim, Fábio Altman, Policarpo Junior e Thaís Oyama não se pronunciaram sobre os "extratos falsos". Nas redes sociais, os internautas cobram respostas da Veja, sempre tão ágil nas suas matérias caluniosas e difamatórias. Numa das mensagens mais risíveis, uma ironia que evidencia o desgaste da revista do esgoto: 

"Tem um vizinho meu aqui que tá me incomodando muito, já tivemos até algumas rusgas. Gostaria de saber quanto a Veja cobra para publicar uma matéria dizendo que ele tá enriquecendo urânio na casa dele?"

Compartilhe:

Lista de cobranças judicias sobre a Prefeitura de Catalão circula no Facebook


Contradizendo o prefeito de Catalão, que afirmou inúmeras vezes que a Prefeitura está em dia com suas obrigações e não teria uma dívida sequer, circula no Facebook uma lista de ações de cobranças judiciais sobre a Prefeitura de Catalão.

Segundo texto que antecede a lista, o total das dívidas ultrapassa os 80 milhões de reais.  

A listagem pode ser confirmada através de consulta no site do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás:

AUTOR: TELEFONICA BRASIL SA (VIVO) 26/02/2014 
REU: PREFEITURA MUNICIPAL DE CATALAO 
CATALAO -2A CIVEL, FAZ.PUB.REG.PUB. E AMB. 
COBRANCA 

AUTOR: REUSA CONSERVACAO AMBIENTAL LTDA EPP 25/03/2014 
REU: PREFEITURA MUNICIPAL DE CATALAO 
CATALAO -2A CIVEL, FAZ.PUB.REG.PUB. E AMB. 
COBRANCA 

AUTOR: ARMINDO SOARES DE OLIVEIRA 14/10/2014 
REU: PREFEITURA MUNICIPAL DE CATALAO 
CATALAO -2A CIVEL, FAZ.PUB.REG.PUB. E AMB. 
COBRANCA

AUTOR: CDC CLINICA DE DIAGNOSTICO DE CATALAO LTDA 30/06/2014 
REU: PREFEITURA MUNICIPAL DE CATALAO GO FUNDO MUNICIPAL 
CATALAO -2A CIVEL, FAZ.PUB.REG.PUB. E AMB. 
COBRANCA 

UTOR: RONIE VON PEREIRA DA SILVA (ESPOLIO) 21/06/2013 
REU: MUNICIPIO DE CATALAO 
CATALAO -2A CIVEL, FAZ.PUB.REG.PUB. E AMB. 
COBRANCA 

AUTOR: IRENE ALVES DE SOUZA FERREIRA E OUTROS 26/06/2013 
REU: MUNICIPIO DE CATALAO 
CATALAO -2A CIVEL, FAZ.PUB.REG.PUB. E AMB. 
COBRANCA 

AUTOR: CLEBIO PEREIRA FARIA 29/07/2013 
REU: MUNICIPIO DE CATALAO 
CATALAO -2A CIVEL, FAZ.PUB.REG.PUB. E AMB. 
COBRANCA 

AUTOR: SILVIA DE SOUZA BORGES 29/07/2013 
REU: MUNICIPIO DE CATALAO 
CATALAO -2A CIVEL, FAZ.PUB.REG.PUB. E AMB. 
COBRANCA 

AUTOR: APARECIDA MARTINS ARRUDA 07/08/2013 
REU: MUNICIPIO DE CATALAO 
CATALAO -2A CIVEL, FAZ.PUB.REG.PUB. E AMB. 
COBRANCA 

AUTOR: DIRCEU ALVES DA SILVA 13/08/2013 
REU: MUNICIPIO DE CATALAO 
CATALAO -2A CIVEL, FAZ.PUB.REG.PUB. E AMB. 
COBRANCA

AUTOR: MARIA WILMA 01/11/2013 
REU: MUNICIPIO DE CATALAO 
CATALAO -2A CIVEL, FAZ.PUB.REG.PUB. E AMB. 
COBRANCA 

UTOR: MARIA VIEIRA DE JESUS 25/11/2013 
REU: MUNICIPIO DE CATALAO 
CATALAO -2A CIVEL, FAZ.PUB.REG.PUB. E AMB. 
COBRANCA

UTOR: NERCI CONFORTE DA SILVEIRA 26/11/2013 
REU: MUNICIPIO DE CATALAO 
CATALAO -2A CIVEL, FAZ.PUB.REG.PUB. E AMB. 
COBRANCA 

AUTOR: MONICA MARQUES BRANDAO E OUTROS 07/01/2014 
REU: MUNICIPIO DE CATALAO 
CATALAO -2A CIVEL, FAZ.PUB.REG.PUB. E AMB. 
COBRANCA 

UTOR: ESPOLIO DE CELSO ANTONIO NAVES E OUTROS 03/02/2014 
REU: MUNICIPIO DE CATALAO 
CATALAO -2A CIVEL, FAZ.PUB.REG.PUB. E AMB. 
COBRANCA

AUTOR: JOAQUIM FERREIRA DA FONSECA E OUTROS 25/03/2014 
REU: MUNICIPIO DE CATALAO 
CATALAO -2A CIVEL, FAZ.PUB.REG.PUB. E AMB. 
COBRANCA 

AUTOR: ERCILIA LEITE BARBOSA NEVES 14/05/2014 
REU: MUNICIPIO DE CATALAO 
CATALAO -2A CIVEL, FAZ.PUB.REG.PUB. E AMB. 
COBRANCA 

AUTOR: JOANA D'ARC FALEIROS 15/05/2014 
REU: MUNICIPIO DE CATALAO 
CATALAO -2A CIVEL, FAZ.PUB.REG.PUB. E AMB. 
COBRANCA
  
AUTOR: SN AUTO MECANICA LTDA ME 22/05/2014 
REU: MUNICIPIO DE CATALAO 
CATALAO -2A CIVEL, FAZ.PUB.REG.PUB. E AMB. 
COBRANCA 

AUTOR: IRACILDA DOS SANTOS FERREIRA E OUTROS 16/06/2014 
REU: MUNICIPIO DE CATALAO 
CATALAO -2A CIVEL, FAZ.PUB.REG.PUB. E AMB. 
COBRANCA 

AUTOR: PAULO DIAS CARNEIRO 11/08/2014 
REU: MUNICIPIO DE CATALAO 
CATALAO -2A CIVEL, FAZ.PUB.REG.PUB. E AMB. 
COBRANCA / EXECUCAO DE SENTENCA 

AUTOR: ANA PAULA APARECIDA DE MACEDO VAZ 22/08/2014 
REU: MUNICIPIO DE CATALAO 
CATALAO -2A CIVEL, FAZ.PUB.REG.PUB. E AMB. 
COBRANCA 

AUTOR: DALBIA COELHO DA SILVA 18/09/2014 
REU: MUNICIPIO DE CATALAO 
CATALAO -2A CIVEL, FAZ.PUB.REG.PUB. E AMB. 
COBRANCA

UTOR: HELENA MARIA DA SILVA MESQUITA E OUTROS 27/10/2014 
REU: MUNICIPIO DE CATALAO 
CATALAO -2A CIVEL, FAZ.PUB.REG.PUB. E AMB. 
COBRANCA

AUTOR: LUCIA CORREIA DE ALMEIDA VALLE 03/11/2014 
REU: MUNICIPIO DE CATALAO 
CATALAO -2A CIVEL, FAZ.PUB.REG.PUB. E AMB. 
COBRANCA 

AUTOR: NAIR BORGES DA SILVA 14/11/2014 
REU: MUNICIPIO DE CATALAO 
CATALAO -2A CIVEL, FAZ.PUB.REG.PUB. E AMB. 
COBRANCA 

AUTOR: DIVINA RIBEIRO DA SILVA 14/11/2014 
REU: MUNICIPIO DE CATALAO 
CATALAO -2A CIVEL, FAZ.PUB.REG.PUB. E AMB. 
COBRANCA 

AUTOR: LUZIA NILDA PEREIRA 26/11/2014 
REU: MUNICIPIO DE CATALAO 
CATALAO -2A CIVEL, FAZ.PUB.REG.PUB. E AMB. 
COBRANCA 

AUTOR: JANIRO BORGES E OUTROS 13/01/2015 
REU: MUNICIPIO DE CATALAO 
CATALAO -2A CIVEL, FAZ.PUB.REG.PUB. E AMB. 
COBRANCA 

AUTOR: ARINEIA MATIAS DA SILVA OLIVEIRA 13/01/2015 
REU: MUNICIPIO DE CATALAO 
CATALAO -2A CIVEL, FAZ.PUB.REG.PUB. E AMB. 
COBRANCA 

AUTOR: NASCENTE CONSULTORIA AMBIENTAL LTDA 21/01/2015 
REU: MUNICIPIO DE CATALAO 
CATALAO -2A CIVEL, FAZ.PUB.REG.PUB. E AMB. 
COBRANCA

AUTOR: MARIA HORTENCIA NASCIMENTO HORTA E OUTROS 13/03/2015 
REU: MUNICIPIO DE CATALAO 
CATALAO -2A CIVEL, FAZ.PUB.REG.PUB. E AMB. 
COBRANCA
  
AUTOR: ALZIRA GOMES DA SILVA E OUTROS 13/05/2015 
REU: MUNICIPIO DE CATALAO 
CATALAO -2A CIVEL, FAZ.PUB.REG.PUB. E AMB. 
COBRANCA 

AUTOR: JOAO FRANCISCO DO NASCIMENTO O CATALANO ME E OUTRO 13/05/2015 
REU: MUNICIPIO DE CATALAO 
CATALAO -2A CIVEL, FAZ.PUB.REG.PUB. E AMB. 
COBRANCA

AUTOR: JM COMERCIO DE PECAS E SERVICOS LTDA 10/06/2015 
REU: MUNICIPIO DE CATALAO 
CATALAO -2A CIVEL, FAZ.PUB.REG.PUB. E AMB. 
COBRANCA 

AUTOR: FIBRAS CATALAO COMERCIO E SERVICOS ME 25/06/2015 
REU: MUNICIPIO DE CATALAO 
CATALAO -2A CIVEL, FAZ.PUB.REG.PUB. E AMB. 
COBRANCA 

UTOR: ALCIMONE PIRES DE MORAIS 18/06/2015 
REU: MUNICIPIO DE CATALAO ESTADO DE GOIAS 
CATALAO -2A CIVEL, FAZ.PUB.REG.PUB. E AMB. 
COBRANCA

SENAI SERVICO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL 30/06/2015 
REU: MUNICIPIO DE CATALAO GO 
CATALAO -2A CIVEL, FAZ.PUB.REG.PUB. E AMB. 
COBRANCA

Compartilhe:

Apesar da crise... ou apesar da mídia?

Um vídeo para a gente refletir sobre a "crise":


Para complementar nossa reflexão segue um texto de Pablo Villaça, um crítico de cinema, que ironiza a forma como a mídia noticia a crise econômica e que está viralizando na rede:

APESAR DA CRISE
Eu fico realmente impressionado ao perceber como os colunistas políticos da grande mídia sentem prazer em pintar o país em cores sombrias: tudo está sempre "terrível", "desesperador", "desalentador". Nunca estivemos "tão mal" ou numa crise "tão grande".
Em primeiro lugar, é preciso perguntar: estes colunistas não viveram os anos 90?! Mas, mesmo que não tenham vivido e realmente acreditem que "crise" é o que o Brasil enfrenta hoje, outra indagação se faz necessária: não leem as informações que seus próprios jornais publicam, mesmo que escondidas em pequenas notas no meio dos cadernos?
Vejamos: a safra agrícola é recordista, o setor automobilístico tem imensas filas de espera por produtos, os supermercados seguem aumentando lucros, a estimativa de ganhos da Ambev para 2015 é 14,5% maior do que o de 2014, os aeroportos estão lotados e as cidades turísticas têm atraído número colossal de visitantes. Passem diante dos melhores bares e restaurantes de sua cidade no fim de semana e perceberá que seguem lotados.
Aliás, isto é sintomático: quando um país se encontra realmente em crise econômica, as primeiras indústrias que sofrem são as de entretenimento. Sempre. Famílias com o bolso vazio não gastam com supérfluos - e o entretenimento não consegue competir com a necessidade de economizar para gastos em supermercado, escola, saúde, água, luz, etc.
Portanto, é revelador notar, por exemplo, como os cinemas brasileiros estão tendo seu melhor ano desde 2011. Público recorde. "Apesar da crise". A venda de livros aumentou 7% no primeiro semestre. "Apesar da crise".
Uma "crise" que, no entanto, não dissuadiu a China de anunciar investimentos de mais de 60 bilhões no mercado brasileiro - porque, claro, os chineses são conhecidos por investir em maus negócios, certo? Foi isto que os tornou uma potência econômica, afinal de contas. Não?
Se banissem a expressão "apesar da crise" do jornalismo brasileiro, a mídia não teria mais o que publicar. Faça uma rápida pesquisa no Google pela expressão "apesar da crise": quase 400 mil resultados.
"Apesar da crise, cenário de investimentos no Brasil é promissor para 2015."
"Cinemas do país têm maior crescimento em 4 anos apesar da crise"
"Apesar da crise, organização da Flip soube driblar os contratempos: mesas estiveram sempre lotadas"
"Apesar da crise, produção de batatas atrai investimentos em Minas"
"Apesar da crise, vendas da Toyota crescem 3% no primeiro semestre"
"Apesar da crise, Riachuelo vai inaugurar mais 40 lojas em 2015"
"Apesar da crise, fabricantes de máquinas agrícolas estão otimistas para 2015"
"Apesar da crise, Rock in Rio conseguiu licenciar 643 produtos – o recorde histórico do festival."
"Honda tem fila de espera por carros e paga hora extra para produzir mais apesar da crise,"
"16º Exposerra: Apesar da crise, hotéis estão lotados;"
"Apesar da crise, brasileiros pretendem fazer mais viagens internacionais"
"Apesar da crise, Piauí registra crescimento na abertura de empresas"
Apesar da crise. Apesar da crise. Apesar da crise.
A crise que nós vivemos no país é a de falta de caráter do jornalismo brasileiro.
Uma coisa é dizer que o país está em situação maravilhosa, pois não está; outra é inventar um caos que não corresponde à realidade. A verdade, como de hábito, reside no meio do caminho: o país enfrenta problemas sérios, mas está longe de viver "em crise". E certamente teria mais facilidade para evitá-la caso a mídia em peso não insistisse em semear o pânico na mente da população - o que, aí, sim, tem potencial de provocar uma crise real.
Que é, afinal, o que eles querem. Porque nos momentos de verdadeira crise econômica, os mais abastados permanecem confortáveis - no máximo cortam uma viagem extra à Europa. Já da classe média para baixo, as consequências são devastadoras, criando um quadro no qual, em desespero, a população poderá tender a acreditar que a solução será devolver ao poder aqueles mesmos que encabeçaram a verdadeira crise dos anos 90. Uma "crise" neoliberal que sufocou os miseráveis, mas enriqueceu ainda mais os poderosos.
E quando nos damos conta disso, percebemos por que os colunistas políticos insistem tanto em pintar um retrato tão sombrio do país. Porque estão escrevendo as palavras desejadas pelas corporações que os empregam.
Como eu disse, a crise é de caráter. E, infelizmente, este não é vendido nas prateleiras dos supermercados.


Compartilhe:

30 de julho de 2015

Enquanto isso, no Twitter do prefeito...

Jardel comemora o grande volume de obras da Prefeitura na cidade:


Agora ninguém segura mais não: AVANTE JARDEL!!!

Desse jeito tem que comprar 250 mil reais de foguete mesmo, imagine quando ele começar a inaugurar a grama dos canteiros...

Compartilhe:

24 de julho de 2015

O nó dos ônibus dos estudantes


E a suspensão dos ônibus para os estudantes de Catalão que vão para Uberlândia, hein?! Será mais uma prova da falta de planejamento e competência da gestão tucana na Prefeitura de Catalão ou uma medida acertada do prefeito (até que enfim?).

Para quem não se lembra a concessão desse transporte foi uma promessa de campanha cumprida logo no início do mandato e reforçada na campanha de Gustavo Sebba a deputado no ano passado, inclusive com reuniões com os estudantes e seus familiares (cerca de 350 famílias). As gestões anteriores do município nunca bancaram esse transporte justamente por não possuir obrigação legal de transportar estudantes universitários (a obrigação municipal é com a Educação Infantil), mas Jardel encontrou argumentos jurídicos para fazê-lo, o que representou uma economia enorme para os estudantes que tinham que arcar sozinhos com esse transporte. Essa foi uma boa medida da gestão Jardel, mas como todas as outras foi feita irresponsavelmente, visando apenas o factóide que seria gerado, e o resultado, trinta meses depois, é o fim do benefício e o desespero de quem acreditou nele e se programou para concluir o curso sem arcar com essa despesa.

Mesmo sem ser obrigação do município os estudantes tem razão sim em protestar, afinal ninguém é obrigado a prometer nada, mas se foi prometido o mínimo que se espera é o cumprimento da promessa. O problema é que a gestão Jardel é tão incompetente que até quando acerta erra vergonhosamente, pois fez uma concessão sem critério, bagunçada, em que os estudantes se organizavam, apresentavam uma lista de passageiros e a Prefeitura pagava os ônibus, sem nenhuma fiscalização da necessidade dos beneficiários e agora surge com desculpas esfarrapadas para acabar com o transporte alegando fatos que levou TRINTA MESES para tomar conhecimento, mais uma vergonha dessa gestão!

Pessoalmente sou contra esse tipo de investimento. Acredito em parcerias para fortalecer as instituições de Ensino Superior localizadas em nossa cidade, consolidando o nosso polo educacional, não o das cidades vizinhas. Mas se a Prefeitura quer e pode ajudar tudo bem, desde que fosse feito com critérios claros e objetivos. Conceder transporte para todo mundo independente da condição financeira?! Tem gente que realmente precisa do apoio, outros podem arcar com a despesa. E qual a justificativa para bancar transporte de pessoas que vão cursar Direito, Engenharia de Produção, Administração, Fisioterapia, ou qualquer outro curso que já exista em Catalão?! E conceder transporte sem nenhuma contrapartida por parte do beneficiado?! O mínimo que se espera é que o sujeito que recebe um benefício para sua qualificação pago com dinheiro público reverta isso em serviços para a sociedade, mas na cabeça da equipe tucana tais critérios são dispensáveis, o importante é pagar os ônibus independente de qualquer coisa (afinal a empresa que faz o transporte é parceira).

Em reunião com os estudantes o prefeito se manteve irredutível em retomar o transporte, apenas se comprometeu a ajudar alguns deles (os que realmente precisam), mas somente após um estudo criterioso e o projeto passar pela Câmara de Vereadores. Aos estudantes que tem fé resta aguardar e acreditar, mas a única certeza que eles podem ter é que se a ajuda vier será por pouco tempo, de forma atrasada e vai acabar, como tudo o mais nessa gestão, que dura apenas o tempo de fotografar e divulgar nas redes sociais.

Compartilhe:

Enquanto isso, no divã do psiquiatra...

Um paciente tenta entender o que se passa em sua cabeça:


Compartilhe:

A crise e a mídia

Uma alimenta a outra:


Compartilhe:

23 de julho de 2015

Pulando do banquinho...


Compartilhe:

O Brasil era perfeito antigamente. Daí, vieram os baderneiros*


As coisas eram melhores antigamente. Havia menos violência, as pessoas se respeitavam mais, não questionavam umas às outras, viviam felizes e em paz.

Daí vieram os baderneiros.

Eles só trouxeram confusão e tumultos e fizeram outras sofrerem. O que precisamos é de mais gente ponderada, que não seja nem tanto ao céu, nem tanto à terra.

Que siga o exemplo do Mandela que conseguiu acabar com o Apartheid através do diálogo e que… Hã… Sei… Ah, é? Ele foi um dos articuladores da resistência e acreditava no uso da força como último recurso? Não importa, o que vale é a mensagem que ficou para o mundo. E a mensagem é essa: não se faz transformação social séria sendo radical nas ideias.

O quê? Hum… A Revolução Francesa? Ah, mas isso é exceção! Vi o filme do Lincoln e sei que a liberdade dos negros nos Estados Unidos foi feita sem uma gota de sangue derramado, só na articulação…

Ah… Muita gente morreu e continua morrendo por isso? Essa é a sua opinião, não os fatos e os fatos mostram um presidente negro nos Estados Unidos. Você está se prendendo a tecnicalidades. Policiais matam negros e brancos todos os dias nos Estados Unidos ou no Brasil e… Ah, matam mais negros? Isso é mentira sua.

Entenda bem: não é legítima nenhuma conquista obtida na base da pressão. Greve, por exemplo. Que mérito tem um grupo de trabalhadores que cruza os braços e transforma a vida dos demais cidadãos em um inferno? O empresário já está dando o máximo de si. Se ele diz que não dá para dar um aumento maior é porque não dá e ponto. Esse clima todo de desconfiança na palavra do outro é horrível, gera uma energia super negativa…

O quê? Garantir a estabilidade no emprego? Aumentar a participação nos lucros? Isso aqui não é um país socialista, se o trabalhador quer ganhar mais que abra seu próprio negócio como o empresário abriu, não?

Cadê o bom senso? Por exemplo, estamos vivendo uma ditadura pior que a época do regime militar. Os índios estão saindo de florestas que abandonaram há séculos e agora querem tomar as terras de quem estava lá antes… Sim, antes deles!… Não dá para dizer que o fazendeiro não tem o direito de defender sua propriedade…

Não… Discordo… É diferente… Proteger sua própria fazenda é uso legítimo da força para manter a legalidade. Tá na lei. Eu disse que tá na lei! Só que vocês não entendem o que significa a lei, né? Não gostam de obedecê-la…

Daí aparecem aqueles bandos de sem-teto cracudo e sem-terra vagabundo invadindo prédio e fazenda dos outros e o Estado cai na chantagem e entrega imóveis e terras para eles. Daí esses vagabundos acabam sendo mantidos por conta dessa pressão…

Falta gente ponderada que, ao invés de ficar empurrando os outros com o cotovelo, entenda o seu lugar na sociedade. E se quiser mudar de vida que lute de acordo com as regras do jogo… Não importa quem definiu as regras. Se elas estão aí, é para obedecer, senão vira caos.

E é função do Estado impedir o caos, impedir essas mudanças que vão trazer dor aos homens de bem… Sim, descendo o cacete em vagabundo, devolvendo esses índios indolentes de volta para as florestas, mantendo esses cracudos sem-teto longe. E também deixando claro para gays, lésbicas e travestis não podem impor seu estilo de vida espalhafatoso para cima do nosso… Não, não podem, isso não é casa da mãe Joana, tem que respeitar as regras…

Regras de quem? Nossas regras! Não é uma questão só de qualidade de vida, mas também de sobrevivência. Nossa integridade, tudo o que conseguimos conquistar, estão em risco com esses vândalos.

As coisas eram melhores antigamente. Havia menos violência, as pessoas se respeitavam mais, não questionavam umas às outras, viviam felizes e em paz.

Daí vieram os baderneiros.

Eles só trouxeram confusão e tumultos e fizeram outras sofrerem. O que precisamos é de mais gente ponderada, que não seja nem tanto ao céu, nem tanto à terra…
 
*Eduardo Sakamoto
 
Compartilhe:

Objeto Voador Não Identificado nos céus de Catalão

O que será o misterioso objeto que os catalanos visualizam subindo o céu da cidade em altíssima velocidade?


Tá explicado!!!

Compartilhe:

Despreparo e incompetência impedem a chegada de verbas federais à Catalão

Saiu em O Popular:


O despreparo e a incompetência da maioria esmagadora das Prefeituras goianas impede que o dinheiro da emendas parlamentares ao Orçamento da União chegue aos municípios: nos últimos quatro anos, apenas 10 cidades conseguiram receber esses recursos.

A bancada federal de Goiás, nesse período, trabalhou ativamente e conseguiu reservar um total de R$ 1 bilhão para quase todos os municípios goianos – o problema é que, por falta de documentação, apenas R$ 33 milhões desse total foi apropriado pelas raras Prefeituras que estão com a situação em dia e podem ter acesso a essas verbas,entre elas as de Goiânia, Jataí, Itumbiara e Anápolis. Municípios importantes como Senador Canedo, Porangatu, Trindade ou Catalão não conseguiram ter acesso às emendas.

Diferente de outras Prefeituras citadas na matéria Catalão possui uma Assessoria Especial específica para buscar recursos junto ao Governo Federal, mas assim como a maioria dos auxiliares dessa gestão o responsável pela pasta, Fernando Safatle, demonstra sua falta de compromisso ao não conseguir, em trinta meses, emplacar um único projeto sequer de captação de recursos (os últimos recursos federais vieram no mandato de Velomar), o que comprova o mau assessoramento do prefeito Jardel, que junto com sua falta de aptidão pessoal para a administração municipal termina em prejuízo para a população. 

O levantamento de O Popular é mais uma comprovação – documental – do quadro caótico que tomou conta das Prefeituras goianas com a atual safra de prefeitos, da qual o nosso e sua equipe merecem destaque pelo tamanho da incompetência que vêm demonstrando durante todo o mandato.

Compartilhe:

22 de julho de 2015

A estratosfera é o limite para a rejeição da gestão Jardel em Catalão?


Em uma reportagem de uma página, o Diário da Manhã analisa os principais municípios goianos e conclui que as eleições de 2016 trarão uma onda de derrotas nunca vista antes para os prefeitos que atualmente estão no poder, quer se candidatem à reeleição, quer apresentem nomes de sua confiança para representá-los no pleito.

O jornal prevê que a maioria dos prefeitos, vitimados por administrações medíocres, deverá perder as eleições. Para o DM, deverá ocorrer renovação em municípios importantes como Senador Canedo, Porangatu, Catalão, Goianésia, Formosa, Águas Lindas, Luziânia e até mesmo Aparecida. Em algumas dessas cidades, diz o jornal, os candidatos de oposição vão ganhar por W.O. – ou seja, com absoluta facilidade. Confira o parágrafo específico sobre nossa cidade:


Estratosfera é uma das camadas da atmosfera terrestre e ocupa uma faixa que vai do fim da troposfera (12 km de altura) até 50 km acima do solo. Apenas aviões supersônicos e balões de medição climática podem atingir esta camada. Depois dela ainda existem três camadas antes do espaço sideral (Mesosfera, Termosfera e Exosfera), que totalizam 800 km de distância do solo.

Embora seja uma cacetada doída (a estratosfera tá longe passado) acho que o DM pegou leve com Jardel: o limite para sua rejeição vai além do local por onde a sonda New Horizons está passando neste momento tirando fotos de Plutão, nos limites do sistema solar, chegando onde a rejeição a nenhum outro político catalano jamais foi.


Compartilhe:

Filme de sucesso em cartaz em Catalão


Compartilhe:

Greve nas Federais: Movimento dos técnicos administrativos é destaque no Jornal Hoje

A greve dos técnico-administrativos teve destaque no Jornal Hoje, da Rede Globo, transmitido na tarde de ontem (21 de julho). Confira no vídeo abaixo:


A greve já completou 55 dias e sua continuidade coloca em risco o calendário acadêmico das instituições federais de ensino superior.

Em Catalão, se a greve na UFG continuar até o início do curso de Medicina previsto para o ano que vem fica ameaçado, pois os técnicos são os responsáveis por todos os expedientes administrativos necessários para viabilizar o curso (contratação de professores, publicação de editais, matrícula de estudantes, etc).

Compartilhe:

21 de julho de 2015

Homem faz falsa surpresa de aniversário para namorada que o traiu e filma reação

É cada uma...

Um namorado filmou o momento em que ele se vingou de sua namorada que supostamente o teria traído. 

Em um vídeo carregado no YouTube, que até agora foi visto por mais de três milhões de vezes, uma americana é vista com uma toalha vendando seus olhos, enquanto seu parceiro a leva em outro quarto em sua casa, cantando feliz aniversario.

No entanto, quando a mulher retira a toalha do rosto, ela percebe todas as suas posses foram encaixotadas e que sua “grande surpresa” é que ela está sendo expulsa de casa.

Confira o momento no vídeo:


Compartilhe:

Palavra de Conselheiro Tutelar sobre a gestão Jardel


Uma baixa de peso (sem trocadilhos) na nau tucana: Ricardão do Conselho Tutelar declara que não mais apoia a gestão Jardel em Catalão.

Para quem não conhece: Ricardo de Souza Martins está em seu segundo mandato no Conselho Tutelar de Catalão e foi o candidato mais votado na última eleição do órgão (187 votos de um total de 250 votantes - associações de moradores, clubes de serviço e entidades sindicais da cidade) o que confirma a aprovação da comunidade pelo trabalho que desenvolve no mesmo. É graduado em Direito, pelo CESUC, e está terminando Ciências Sociais, na UFG Catalão, já trabalhou na Câmara Municipal de Catalão, foi servidor efetivo dos Correios e até o final do ano passado apoiava a gestão tucana em nossa cidade.

Ricardo foi um dos que carregaram o piano durante a campanha a prefeito de Jardel e também a campanha de Gustavo para deputado, sendo presença constante nos comícios, e apoiou a gestão tucana desde o início, fazendo críticas pontuais apenas aos mais próximos. Aparentemente Ricardo é mais um dos que se cansaram de esperar o melhor governo da vida dos catalanos começar (dois anos e meio e nada) e finalmente expôs no Facebook que rompeu definitivamente com o desgoverno da parceria:

"Eu desisti de vez , quando cheguei no abrigo das crianças e lá não tinha nada. O que estava sendo servido era pão de oito dias para as 15 crianças abrigadas. Isso acabou comigo. Não tem quem resista!"

E agora? Será que a palavra de um Conselheiro com oito anos de mandato, testado e aprovado pelas entidades que o reelegeram, vale alguma coisa ou o desabafo de Ricardão não passa de recalque de viúva enrustida?

Em tempo: será que vai sobrar alguém nesse barco?

Compartilhe:

A semelhança entre Jardel e um meteoro

Essa eu vi hoje no Facebook:


Gostei tanto que resolvi fazer uma charge:


A gestão Jardel foi desse jeitinho: começou como uma estrela cadente, capaz de realizar todos os desejos, e está terminando como um meteoro, que arrasa tudo por onde passa e do qual o povo foge!

Compartilhe:

Retornando as atividades do blog


Depois de do blogueiro tirar período de folga sabático em Tiradentes/MG, o blog retoma suas atividades a partir de hoje.

Em breve uma análise dos movimentos das peças no tabuleiro político de Catalão.

Compartilhe:


14 de julho de 2015

Não quer ajudar, não atrapalha*

 

É sempre a mesma coisa. Primeiro todo o mundo põe um filtro arco-íris no avatar. Depois vem uma onda de gente criticando quem trocou o avatar. Depois vem a onda criticando quem criticou. Em seguida começam a criticar quem criticou os que criticaram. Nesse momento já começaram as ofensas pessoais e já se esqueceu o porquê de ter trocado o avatar, ou trocado o nome para guarani kayowá, ou abraçado qualquer outra causa.

Toda batalha pode ser ridicularizada. Você é contra a homofobia: essa bandeira é fácil, quero ver levantar bandeira contra a transfobia. Você é contra a transfobia: estatisticamente a transfobia afeta muito pouca gente se comparada ao machismo. Você é contra o machismo: mas a mulher está muito mais incluída na sociedade do que os negros. E por aí vai. Você é de esquerda, mas não doa pros pobres? Hipócrita. Ah, você doa pros pobres? Populista. Culpado. Assistencialista.

Cintia Suzuki resumiu bem: "Você coloca um avatar coloridinho, aí não pode porque tem gente passando fome. Aí o governo faz um programa pras pessoas não passarem mais fome, e aí não pode porque é sustentar vagabundo (...). Moral da história: deixa os outros ajudarem quem bem entenderem, já que você não vai ajudar ninguém".

Todo vegetariano diz que a parte difícil de não comer carne não é não comer carne. Chato mesmo é aguentar a reação dos carnívoros: "De onde você tira a proteína? Você tem pena de bicho? Mas de rúcula você não tem pena? E das pessoas que colhem a rúcula, você não tem pena? E dos peruanos que não podem mais comprar quinoa e estão morrendo de fome?"

O estranho é que, independentemente da sua orientação em relação à carne, não há quem não concorde que o vegetarianismo seria melhor para o mundo, seja do ponto de vista dos animais, ou do meio ambiente, ou da saúde, ou de tudo junto. O problema é exatamente esse: alguém fazendo alguma coisa lembra a gente de que a gente não está fazendo nada. Quando o vizinho separa o lixo, você se sente mal por não separar. A solução? Xingar o vizinho, esse hipócrita que separa o lixo, mas fuma cigarro. Assim é fácil, vizinho. Quem não faz nada pra mudar o mundo está sempre muito empenhado em provar que a pessoa que faz alguma coisa está errada — melhor seria se usasse essa energia para tentar mudar, de fato, alguma coisa. Como diria minha avó: não quer ajudar, não atrapalha.
 
*Gregório Duvivier, na Folha de São Paulo
 
Compartilhe:

Uau! Prefeitura já beneficiou 300 famílias com cheque reforma

Está no site da Prefeitura:


Uau!!! 300 famílias catalanas já foram beneficiadas com o Cheque Reforma do Governo de Goiás.

Em uma cerimônia recheada de frases de efeito e imagens simbólicas o Prefeito de Catalão entregou mais 50 cheques reforma para famílias carentes de Catalão. O evento contou com a presença de seu filho, o deputado "menudo mudo" Gustavo Sebba, a primeira dama, Anna Sebba, a onça do legislativo municipal, Regina Flex Félix e outros tucanos menos cotados que não merecem destaque.

Tal movimento faz parte da estratégia de "presentear" a sociedade catalana com boas notícias toda sexta-feira até o final do ano, de modo que a população esqueça o caos administrativo que está sendo a gestão Jardel até então. Essa estratégia é um dos pilares para a recondução do atual grupo gestor por mais quatro anos no comando da Prefeitura local e a escolha da sexta-feira não foi acidental, pois a intenção é encerrar a semana com notas positivas sobre o Prefeito, para serem maciçamente espalhadas nas redes sociais e se sobrepor as possíveis más notícias saídas durante a semana.

Quem elaborou essa estratégia sem dúvida pensa que o povo só se lembra da última informação recebida e, se esta for positiva, não se lembrará das dificuldades enfrentadas nos últimos dois anos e meio, ou seja, a crença é que o povo se contenta com migalhas!



Será que a crença é correta?

Compartilhe:

Enquanto isso, em Catalão...

A população se adapta aos novos valores do IPTU:


É desse jeito...

Compartilhe:

13 de julho de 2015

Enquanto isso, no Facebook do Prefeito...

Jardel, para desespero das viúvas, anuncia a conclusão de mais uma grande obra:


Uau! Grama, coqueiros, canteiro pintado com cal virgem... e tudo isso com recursos próprios, sem precisar recorrer a nenhuma parceria ou empréstimo?!

Agora sim as viúvas tem reais motivos de preocupação, pois o homem mostra sua real capacidade administrativa: arrumar os canteiros das avenidas.

Sem dúvida era a principal preocupação da população, quem quer saber de gente morrendo por falta de ambulância quando se tem canteiros gramadinhos?

Ninguém segura mais não: AVANTE JARDEL!!!

Em tempo: será que o Marconi vem pra inauguração?

Compartilhe:

Concessão ou Privatização: entenda a diferença com a palavra de um especialista

Ainda são muitas as dúvidas em relação ao projeto de concessão/terceirização/venda/privatização da SAE encaminhado pelo Executivo Municipal para apreciação da Câmara de Vereadores de Catalão.

Visando contribuir com a formação de opinião dos cidadãos catalanos sobre esse tema recentemente publiquei um post com a íntegra do Projeto de Lei n.º 70/2015. Dando sequência, agora publico uma charge que, em sua linguagem simples e direta, explica claramente o que a redação do projeto estabelece sobre sua natureza: se é concessão ou privatização. Confira:


Esse especialista sem dúvida foi contratado porque sabe explicar a diferença entre uma concessão de 70 anos e a venda definitiva de um bem público a uma empresa privada que visa lucro.

Já acreditar nele é opção de cada um (assim como acreditar no Twitter do prefeito)...

Compartilhe:

10 de julho de 2015

Prefeitura faz recapeamento da rua Nassin Agel, DEPOIS de ter refeito a sinalização de trânsito. Que planejamento é esse prefeito?



E pensar que na campanha eleitoral, Jardel prometeu ter planejamento nas ações da Prefeitura...

Desde o final do mês passado a Prefeitura está recapeando várias ruas do Centro da cidade e destacou em sua página o recapeamento da rua Nassin Agel.

Muito bom, pena que a sinalização de trânsito, feita com uma tinta rodoviária (específica para demarcação de solo, a base de resina acrílica), de longa duração e MUITO cara tenha sido feita ANTES do recapeamento, inclusive com pintura de faixas de pedestres e colocação de placas de estacionamento rotativo (imagens abaixo), ou seja, mais uma vez a Prefeitura de Catalão mostra sua incompetência e total falta de planejamento ao gastar dinheiro público em sinalização para logo em seguida colocá-la DEBAIXO do asfalto.




É isso, ou então essa pintura foi feita com uma tinta muito mais especial, que subirá através do asfalto recapeado e aparecerá sozinha e inteira após o término do serviço. 

E tem gente que acha que a atual gestão não é culpada pela crise que assola Catalão...

Compartilhe:

Opa, o navio está afundando...

Todo cuidado é pouco ao recolher aqueles já estão pulando do barco:


Nem sempre vale a pena salva-los...

Compartilhe:

Nem sempre o inimigo de meu inimigo serve para ser meu amigo


"O inimigo do meu inimigo é meu amigo"

A sentença acima, muito comum e repetida em vários filmes e livros, sugere que duas partes podem ou devem trabalhar em conjunto contra um oponente em comum. O registro mais antigo dessa frase foi encontrado em sânscrito, em um tratado sobre a arte de governar do século IV AC. A autoria é atribuída um príncipe árabe que teria sido traído e decapitado por seus próprios súditos, após ter se aliado a um inimigo para derrotar um antigo rival, o que causou a revolta da população.

Tal frase vem sendo muito usada pela classe política catalana nos últimos meses. Quem acompanha  a política local sabe que, embora a eleição seja somente daqui a 18 meses, o movimento no tabuleiro político-eleitoral já começou (se é que terminou um dia) e aqueles antigos desafetos já começam a ver qualidades nos antigos adversários, já mudam de opiniões formadas "em nome do povo" e já estão a pular de barco. Todo ano é assim e a má fase (fase?) da gestão Jardel só colabora para que isso ocorra mais cedo dessa vez. Tais movimentos são normais e esperados e a aplicação do ditado é usada amplamente para justificar os movimentos no tabuleiro afinal "para derrotar um mal maior" antigos inimigos podem se tornar aliados. O problema desse ditado é que aplicá-lo sem nenhuma contestação ou adaptação pode causar prejuízos irreparáveis a quem o faz e, tal qual o príncipe árabe que o originou, ficar sem a cabeça (no caso, a eleição).

Um ótimo exemplo disso é o destaque que parte do PMDB catalano está dando para as declarações de um certo empresário investigado pela Polícia Civil por fraudes em compra e venda de gado, sendo que o prefeito de Catalão supostamente seria uma de suas vítimas. O empresário está nos meios de comunicação e nas redes sociais denunciando que não pagou o gado que comprou de Jardel por ter financiado sua campanha, que teria vendido para a Prefeitura e não recebeu e por isso a operação policial que o investiga nada mais é que uma armação do prefeito apenas para prejudicá-lo. Pode ser verdade, afinal armar factoides é o que Jardel faz melhor, mas acreditar piamente no que o sujeito fala, simplesmente porque atinge o adversário, é extremamente perigoso, afinal por que ele esperou a polícia prende-lo para denunciar o prefeito? Não poderia ele estar apenas buscando uma proteção política, pois ele também é acusado de aplicar outros golpes na praça? O que dirão as outras pessoas prejudicadas pelo mesmo e que nada tem a ver com Jardel? QUEM ANDA COM MALANDRO É O QUÊ?

Para encerrar, se nem sempre o inimigo de meu inimigo serve para ser meu amigo, um outro ditado popular "diz-me com quem andas e te direi quem és" também serve para analisar as adesões, e isso vale para todos aqueles que agora estão pulando do Tucanic e querendo embarcar na nau oposicionista: podem subir, mas seus lugares são no fundo do navio, calados, e nada de tirar foto com o capitão.

Compartilhe:

8 de julho de 2015

O jogo preferido do Jardel

Você pode até tentar disputar com ele, mas vai perder:


Dizem que nesse jogo, o de vender o patrimônio público (SAE, lotes, maquinário, veículos, imóveis...), ele é campeão!!!

Compartilhe:

Prepara-se para a audiência pública da venda/concessão da SAE: conheça o projeto!


A primeira audiência pública sobre a venda/concessão da SAE será realizada no próximo dia 09 de junho, quinta-feira, no auditório da UFG. Trata-se de uma iniciativa dos vereadores Aurélio e Pedrinho para mostrarem a seus eleitores que fizeram sua parte ao ouvir a população e decidir como se posicionarem nessa questão.

A realização dessa audiência na realidade é apenas uma desculpa, pois os votos de todos os vereadores da base aliada ao prefeito já estão definidos há tempos e se a liminar for derrubada hoje amanhã uma sessão extraordinária será convocada para votar o projeto, simples assim, mas é preciso manter o teatro da "formação de opinião para o voto".

De toda forma é uma oportunidade para conhecer de perto os argumentos do prefeito para justificar a entrega desse importante patrimônio público catalano para mão particulares e para que o cidadão não chegue totalmente cru nessa audiência compartilho abaixo a íntegra do tão falado projeto, para que o leitor do blog possa formar sua própria convicção se o projeto é ou não cheio de pontos obscuros, de modo que não existe clareza se a concessão proposta é mesmo o melhor caminho a adotar ou se a opção por vender a SAE, do jeito que está no projeto, é mesmo a única saída.

Enfim, confira:


Compartilhe:

7 de julho de 2015

A pequenez política dos atuais gestores de Catalão


Uma eleição municipal é sempre a disputa entre modelos de gestão.

A última eleição em Catalão foi a disputa de um modelo conhecido (com todas as qualidades e defeitos sabidos pela população) contra a novidade (a expectativa de manutenção do que estava bom e a melhora do que não estava bem). A novidade venceu.

Aí veio a realidade e a novidade não deu conta de passar para o mundo real aquilo que foi idealizado em campanha. Foi realmente um choque, tanto para os gestores quanto para a população.

Mas o instituto da reeleição dá uma possibilidade sem igual para a população, que é a de avaliar um governo: se foi bom é reeleito, se foi mau é retirado do poder. Ciente disso o gestor faz o seu melhor, pois ninguém, em sã consciência, se candidata com a intenção ser ruim caso seja eleito (embora os últimos acontecimentos em Catalão nos levem a pensar o contrário).

Agora uma nova eleição se avisinha. A novidade ainda tem um ano antes do pleito eleitoral para ressaltar suas qualidades e mostrar à população que cumpriu o prometido. Para isso pode se valer de tudo, inclusive de maciça propaganda custeada pelos cofres públicos (lamentável, mas faz parte do jogo), inaugurar obras que não vai terminar, esvaziar os cofres públicos com medidas puramente eleitoreiras e acabar com o patrimônio público doando-o a quem não tem condições de construir, simplesmente para garantir alguns minguados votos (e, o mais importante, fotos para espalhar nas redes sociais).

É claro que não fica só nisso. Quem está na situação além de ressaltar suas qualidades precisa mostrar os defeitos do adversário. E é aí que os atuais gestores do município provam que são pequenos, reduzindo os problemas da cidade à simples disputa eleitoral. No momento de ressaltar suas qualidades e mostrar os defeitos dos adversários em qual argumento se apoiam? No de que o adversário planeja acabar com as feiras de economia solidária espalhadas pela cidade!!!

O argumento é tão pequeno, tão tacanho, que mesmo as feiras não sendo uma unanimidade em aprovação popular (sendo inclusive objeto de reclamação do CDL), pode facilmente ser rebatido:

JARDEL AUTORIZOU A FEIRA, MAS NÃO COMPROU AMBULÂNCIAS;
JARDEL AUTORIZOU A FEIRA, MAS DEIXAR FALTAR REMÉDIOS NAS FARMÁCIAS;
JARDEL AUTORIZOU A FEIRA, MAS NÃO PAGOU A SANTA CASA;
JARDEL AUTORIZOU A FEIRA, MAS FEZ A ÁREA AZUL MAIS CARA DO BRASIL;
JARDEL AUTORIZOU A FEIRA, MAS NÃO TROCA AS LÂMPADAS NOS POSTES;
JARDEL AUTORIZOU A FEIRA, MAS AUMENTOU O IPTU EM 400 POR CENTO;
JARDEL AUTORIZOU A FEIRA, MAS QUER VENDER A SAE;

A próxima disputa vai ser novamente entre modelos de gestão, mas agora os dois modelos são conhecidos e um deles, o que está no poder, demonstra uma pequenez extrema, reduzindo o debate político a se vai ou não ter feira, enquanto pessoas morrem por falta de saúde e segurança em nossa cidade (e o prefeito dirige seu tratorzinho).


Compartilhe: