Pensamentos aleatórios

7 de dezembro de 2017

Em parceria com o SEBRAE, ACIC-CDL realizará, no dia 12 de dezembro próximo, palestra sobre o impacto dos pequenos negócios na economia


Com o tema "O Impacto dos Pequenos Negócios, o que Esperar no Cenário em 2018" ACIC/CDL, em parceria com o SEBRAE, realizará uma Palestra dia 12 de dezembro de 2017, às 19h30min no Auditório da ACIC/CDL.

O palestrante é Luiz Eduardo Pereira Barretto Filho, experiente articulador que promoveu negócios entre pequenas e grandes empresas como Vale, Gerdau, Ambev e Nestlé; conduziu o inovador programa que gerou mais de meio milhão de reais para micro e pequenas empresas durante a Copa de 2014 e liderou o Movimento Compre do Pequeno, uma alavanca para superar a crise que já era grave em 2015 e se aprofundou nos anos seguintes. 

Palestrante experiente, já falou para as mais variadas plateias de empresários na Rio+20, Expo Milão, Campus Party, Fórum Nova Favela Brasileira, Maratona Valor PME, SAP Virtual Day e HSM Management. Também foi orador em convenções internacionais do Mercosul, na Europa (Portugal, Espanha, Inglaterra e Alemanha) e na África do Sul. 

Graças à sua empatia e abordagem descomplicada, Luiz Barretto é fonte da imprensa quando se fala em empreender, como em entrevistas para Miriam Leitão, Alexandre Garcia e Milton Jung, além de publicar artigos nos maiores jornais no País e revistas especializadas em negócios. 

Em sua palestra, Luiz Barretto faz uma análise objetiva sobre a economia e aponta caminhos para superar as aflições do empreendedor, como o novo comportamento do consumidor na era digital, as barreiras do crédito e da gestão empresarial, sempre com uma mensagem otimista e desafiadora. O público irá se convencer de que há sim oportunidades para o empreendedor bem preparado gerar bons negócios durante a crise e ter mais sucesso ainda depois que ela passar.

Compartilhe:
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não são moderados, portanto, entram no ar na mesma hora em que são escritos e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. No entanto me reservo o direito de excluir mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Não há, contudo, moderação ideológica. A ideia é promover o debate mais livre possível, dentro de um patamar mínimo de bom senso e civilidade. Obrigado.