Pensamentos aleatórios

30 de setembro de 2013

Afinal, quem não quer o Rodrigão?


Se no início do ano alguém perguntasse a qualquer jardelista se a participação do Rodrigão na chapa do PSDB foi importante para a vitória de Jardel, certamente ouviria como resposta algo parecido:

- Demais! Rodrigão aproximou Jardel de povão!
- Importantíssimo! Rodrigão foi fundamental para a vitória do Jardel!
- Sem dúvida! Jardel acertou demais na escolha do vice!
- Rodrigão é o cara! A estrela em ascensão do PSDB goiano!

Se a pergunta for feita hoje:

- Tá louco?! Jardel ganharia de todo jeito!
- Que bobagem! Jardel deu foi sorte do Rodrigão não afundar a campanha!
- Rodrigão?! Jardel demorou demais para manda-lo embora!
- Aquele bobão?! Cara mais sem noção, político inábil e atrapalhado, já vai tarde!

O que mudou de lá para cá? Porque o parceirão de repente não serve mais, nem para subir no mesmo palanque? O que poderia ter abalado tanto a relação dos dois companheiros?

É verdade que Jardel sempre viu o potencial eleitoral de Rodrigão e investiu nele desde o início, trazendo-o para o PSDB e criando uma figura dialética (sindicalista-tucano) que recebia o voto dos trabalhadores que, afinal, não ligam muito para ideologia mesmo e também o de outras classes, que viam nele uma "deselitização" do PSDB catalano. É claro que Jardel conhecia o potencial de Rodrigão e também suas limitações, daí que o enxergava ele mais como uma ferramenta do que como um aliado, sendo fato também que Rodrigão nunca foi plenamente aceito pelas famílias abastadas que historicamente apoiam Jardel (Paranhos, Netto e Fava), mas teve que ser engolido, já que se não fosse o vice era bem capaz de abandonar o navio e subir no palanque do PMDB (algo temerário). 

Seu estilo peculiar de fazer política, falando errado, criando factoides e atropelando o português e os adversários, nunca agradou aos endinheirados, mas se eles tinham o dinheiro Rodrigão tinha os votos, ou ao menos a simpatia dos trabalhadores da MMC e a força do SIMECAT, algo que não poderia ser desprezado ou correr o risco de cair no colo do adversário. 

Mas se Rodrigão precisou ser engolido como vice, os endinheirados já deixaram claro para Jardel que vice-prefeito é uma coisa, apoiá-lo para deputado era outra, e que eles não estavam com nenhuma disposição para faze-lo e caso Jardel insistisse seria sem o apoio deles. E Jardel, como não é bobo nem nada, tratou de atender os companheiros de grana (e de longa data), mas sem pressa e da forma que ele sabe fazer melhor: dando corda para o sujeito se enforcar! 

Nomeou Rodrigão secretário da pasta mais importante e mais vista da gestão municipal, a da Infraestrutura. Cheia de problemas e responsável por toda obra física no município, desde asfalto, calçadas, reformas, iluminação e limpeza urbana, a Secretaria é uma bomba onde todo mundo dá palpite e quer o serviço prestado, portanto, para tocar essa pasta o responsável teria que ser alguém com experiência e que conhecesse, nem que seja um pouco, de engenharia e obras públicas, algo que Rodrigão só conhece dos requerimentos que fez enquanto vereador. Logo, a pasta mais vista também é a mais criticada e o estilo sindicalista de criar factoides e adular os trabalhadores com pequenos mimos (no caso, festas e uma pinguinha no gabinete) foi rendendo desgastes, com destaque para o acidente com a caminhonete no primeiro mês de mandato, o choro na demissão dos funcionários contratados pela Captura RH e a incompetência em lidar com a Corpus, que fez seis greves em menos de oito meses de gestão, sob o completo silêncio do secretário. Ao desgaste como secretário somou-se o de diretor futebolístico, que amargou a incompetência em atrair investimentos privados ao CRAC e virou chacota nacional expondo o time ao ridículo ao oferecer peixe frito e pinga (ela de novo) no jogo contra o Santos pela Copa do Brasil. O nó da corda já estava apertando o pescoço quando o golpe de misericórdia veio via Jornal Opção, que noticiou o encontro de Rodrigão com Adib Elias, ocorrido em Goiânia. Aí não teve jeito: Rodrigão rodou!

O fato é que a saída de Rodrigão já era prevista e cantada. As elites que apoiam Jardel nunca engoliram a pressão dele para ser o vice e a festa de lançamento de sua candidatura antes da do prefeito terminou de zangar o sabão. E Rodrigão sabia disso tudo, mas preferiu peitar o fogo amigo a tentar se entender com os desafetos ricos e o resultado foi a demissão da Secretaria, o corte de todos os seus indicados na Prefeitura (ao menos daqueles que não pularam do barco) e a completa inviabilização de sua candidatura a deputado, pois se filiar-se a outro partido e tentar a candidatura em uma base adversária estará queimado em Catalão antes mesmo que possa subir no palanque, já que toda a tropa de elite que antes se derretia por sua espontaneidade vão apontar todos os seus defeitos, seja como político ou como pessoa, e os perfis fake nas redes sociais, que publicaram podres incríveis sobre sua atuação sindical, voltarão com tudo.

Para Jardel a saída de Rodrigão é um desgaste menor do que mante-lo na gestão. Mesmo ficando com um vice adversário (algo recorrente na história catalana) não faltam opções para substituí-lo, como próximo vice ou candidato a deputado, que agradem à base e aos endinheirados (Cesar, Marcelo Mendonça, Ana Sebba e outros), já para Rodrigão afastar-se definitivamente de Jardel e peitar uma candidatura a deputado pode representar o fim precoce de sua carreira política, pois se há algo que o jogo político ensina é que companheiro é companheiro, desde que esteja com a caneta na mão e possa nomear os aliados, e isso Rodrigão não tem mais.

Gostou? Compartilhe:

Tem um mosquito no quarto

Em noites quentes, como as da semana passada, a cena retratada no vídeo do Parafernalha é muito comum, em especial o final:


Gostou? Compartilhe:

Enquanto isso, na propaganda do PSDB...


Gostou? Compartilhe:

Apagando memórias desagradáveis

Essa eu vi no Estúdio i Ciência e Saúde, da Globo News:


Muita gente gostaria de apagar memórias desagradáveis, fazer sumir um trauma ou um momento muito angustiante. Um estudo da Scripps Institute, uma grande instituição de pesquisa americana, mostrou que isso é possível.

De acordo com o comentarista de Saúde do Estúdio i, Luis Fernando Correia, a pesquisa pode trazer alívio para pacientes em crise de abstinência e com estresse pós-traumático. "O estudo mostra que para usuários de drogas que sofrem crise de abstinência e soldados que voltam da guerra com síndrome do estresse pós-traumático certas situações podem causar uma ruptura da vida normal. Um cheiro, um barulho ou uma imagem podem trazer de volta situações angustiantes", explica.

Luis Fernando ressalta que a pesquisa foi feita se mostrou bem-sucedida com animais. "Eles trabalharam com animais de laboratório em que as situações de estresse eram simuladas. Na hora em que o cérebro do animal formaria aquela memória, eles intervieram com medicamentos, e os animais que não receberam esse tratamento mostraram um comportamento de estresse pós-traumático do humano, e os que passavam pelo tratamento não mostravam", completa.

O tratamento para apagar memórias desagradáveis em seres humanos já existe e está em fase de testes, inclusive já tem voluntários de Catalão na fila para se submeter aos procedimentos e apagar da mente algumas memórias ruins, como retratado na charge abaixo:


Gostou? Compartilhe:

A verdadeira reforma política

Reforma política de verdade acontece toda vez que se aproxima uma eleição...






































Gostou? Compartilhe:

27 de setembro de 2013

Mudanças no Secretariado


Há uma expectativa na cidade pelo anúncio de mudanças no Secretariado do Prefeito Jardel, em especial àquilo que diz respeito à pasta da Infraestrutura.

Supostamente rachado com Rodrigão, Jardel anunciaria hoje a exoneração do vice-prefeito do comando da Seinfra, o que confirmaria de forma definitiva o rompimento entre os dois e início do projeto independente de candidatura a deputado do sindicalista, que sairia do PSDB, abandonando de vez o ninho tucano marconista, e se filiaria ao Solidariedade Nacional, partido recém criado sob o comando do deputado federal Paulinho da Força (Sindical), o que revelaria até certa coerência, uma vez que Rodrigão é presidente da Força (a Sindical não a de Star Wars) em Goiás.

Duvido que ocorra a saída do Rodrigão, mesmo com todo o fogo amigo que ele vem recebendo nos últimos tempos é melhor tê-lo como aliado do que como inimigo e retirá-lo agora da Seinfra seria o mesmo que declarar guerra, um desgaste que Jardel não gostaria de enfrentar, ainda mais pensando na união necessária para reeleger Marconi em 2014.

De toda forma, saindo ou não o Rodrigão, uma mudança irá ocorrer na Seinfra: a logomarca da Secretaria vai mudar. A nova logomarca será atualizada e vai incorporar a atual situação da pasta depois das demissões de funcionários terceirizados, dos problemas com a limpeza urbana a cargo da Corpus, dos atrasos no pagamento de fornecedores e do corte geral de verba que ocorreu, ficando, mais ou menos, como na ilustração abaixo:

 
Gostou? Compartilhe:

Durante e depois

Motoristas de Catalão durante e depois da Semana Nacional de Trânsito:


Gostou? Compartilhe:


Vasco e Flamengo lideram no Campeonato Brasileiro


Gostou? Compartilhe:

Nem o Batman escapou


Pelo menos seis mascarados - entre eles o Batman - foram presos nesta quarta-feira (25/09) à noite em protesto no centro do Rio de Janeiro. A Polícia Militar prendeu os manifestantes porque eles se recusaram a tirar as máscaras. O uso de máscaras em protestos é vetado por projeto de lei aprovado no último dia 10 pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj).


Os outros presos foram: Homem-Aranha, Wolverine, Galactus, Capitão América (que estava sem seu escudo), Zorro e o Power Ranger Vermelho.

Superman e Mulher-Maravilha foram liberados, assim como o Hulk e o Tocha-Humana, após prestarem depoimento e negarem ter qualquer relação com os mascarados detidos.

A Mulher Invisível não foi vista no local e o Flash se evadiu antes de dar qualquer declaração.

O Governador do Rio de Janeiro, Sérgio CoringaCabral, emitiu nota dizendo que a prisão dos mascarados é um evento isolado e que nada tem contra a classe, mas ninguém está acima da lei e que os detidos tem que entender que com grandes poderes vêm grandes responsabilidades.

Gostou? Compartilhe:

26 de setembro de 2013

Jamil e uma Sereia...

Pergunta: o que tem em comum três deputados do PMDB, um prefeito do PSDB e um médico sobrinho de prefeito de cidade do interior de Goiás?


Resposta: nenhum deles resistiu ao canto da sereia!!!


E alguém resistiria?!

Gostou? Compartilhe:

As contas e as greves

Com os Correios em greve as contas não chegam...


...mas se chegassem não adiantaria nada por causa da greve dos bancários!

Muita gente em greve e o Governo preocupado com o Obama... logo, logo, também sai greve no Ibama (que riminha mais besta)!

Gostou? Compartilhe:

TSE aprova a criação de dois novos partidos

Mais partidos, menos corrupção... ou não?!







Gostou? Compartilhe:

Operação Miqueias: Catalão está entre as cidades investigadas e é destaque no Cidade Alerta


Desbaratada na última semana pela Operação Miqueias, da Polícia Federal, a quadrilha suspeita de lavagem de dinheiro e desvio de recursos de fundos de pensão municipais utilizou prostitutas para cooptar prefeitos e gestores para o esquema. Segundo a Folha de São Paulo, algumas das “pastinhas” – como são descritas as mulheres em relatório da PF – eram ligadas à Jeany Mary Corner, famosa por organizar festas em Brasília e suspeita de agenciar garotas. Ela ficou conhecida no meio político após se transformar em um dos pivôs do escândalo que derrubou Antônio Palocci do Ministério da Fazenda durante o primeiro governo Lula. Investigadores da Polícia Federal relataram que as “pastinhas” procuravam políticos, ofereciam “um uísque” e uma ida a locais mais aconchegantes para, em seguida, apresentá-los a lobistas e chefes da quadrilha, especializada em oferecer vantagens indevidas a prefeitos e gestores de fundos de previdência municipais para garantir aplicações em investimentos arriscados e de rendimento duvidoso. Caso a negociação desse certo, as mulheres recebiam uma porcentagem sobre o contrato fechado.

Terça-feira escrevi que ainda não havia nada que indicasse que Catalão estaria envolvida no esquema, no entanto, na mesma terça à noite, o programa Cidade Alerta, da TV Record,  apresentado pelo polêmico jornalista Marcelo Resende, exibiu uma reportagem de 15 minutos sobre a prisão da "musa do crime", a bela Luciene Hoepers, apontada como a principal intermediária entre os políticos aliciados e as "pastinhas" e não há de ver que surge lá a informação de que Catalão estaria na mira da quadrilha?! Segue abaixo a reportagem inteira, mas quem não quiser ver tudo, somente a menção à Catalão, pode avançar até 11 minutos e 18 segundos do vídeo que sai em cima:


Como fica claro na reportagem, a gravação que falava da abordagem ao prefeito de Catalão foi feita dia 16 de maio, ou seja, quem seria abordado é o nosso atual prefeito. Nada indica que a quadrilha conseguiu seu intento, nem que Samuel Belchior, deputado do PMDB (?) suspeito de ser o braço político mais forte da sexy lobista, tenha conseguido agendar um encontro da mesma com Jardel, mas estavam trabalhando duro para isso, como noticiou o jornal O Popular de terça-feira:

Reportagem de O Popular, confirmando o contato de sobrinho do atual prefeito de Catalão com as "pastinhas"










































Jamil e Luciane: encontro marcado por intermédio de Samuel Belchior - esse é amigo mesmo!
O assunto ainda vai dar muito pano para manga. Além do envolvimento do sobrinho do atual prefeito surgiram suspeições de que as pastinhas já poderiam estar atuando em Catalão há vários anos, pois o Ipasc (Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores de Catalão), ainda na gestão de Velomar, retirou dinheiro de aplicações no Banco do Brasil e transferiu para os fundos Adinvest, Vitória Régia, Atico Florestal e Atico Imobiliário – fundos repletos de papéis podres, que aparentemente foram criados exclusivamente para receber investimentos, sem retorno garantido. Tal movimentação atípica fez Catalão constar no relatório preliminar do Tribunal de Contas dos Municípios de Goiás, divulgado ontem (24/09), que identificou indícios de fraude em fundos de previdência de 11 município goianos, conforme quadro abaixo:

Adinvest, Ático e Vitória Régia estão presentes em várias prefeituras investigadas, coincidência?
Embora o fogo esteja concentrado em Samuel Belchior e no PMDB, pela abrangência da organização e alcance das "pastinhas" (em especial  Luciene Hoepers), não duvidemos que, assim como foi no caso Cachoeira, o buraco ser muito maior e envolver muito mais gente. 

Uma pequena prova disso é a publicação no site Goias 24 horas da reunião do Conselho Municipal de Previdência de Catalão que autorizou a transferência de recursos do Ipasc para os fundos problemáticos (para quem não sabe, o Goias 24 horas é mantido pelo escritor Cristiano Silva, mais conhecido em Catalão por ser o autor do livro da Operação Ouro Negro). 

O site e é claramente pró-Marconi e anti-PMDB, isso fica claro nos posts, mas há também uma especial atenção por Catalão, não há um dia sequer que não saia uma notinha sobre nossa cidade (ganha do Jornal Opção) e desde que a Operação Miqueias estourou várias foram as publicações envolvendo o Ipasc e o ex-prefeito Velomar. Sobre a reunião do Conselho o site noticiou que: 
"...a reunião foi presidida por um vereador do PMDB, com ata também assinada por Fábio Netto Lorenzi (representante da prefeitura), Agnaldo Pires Monteiro (representante dos segurados ativos) e Osvair Inácio de Carvalho (representante dos inativos)...
Vejam só: o nome dos responsáveis pelas transferências foram todos citados, certo? Mas então QUEM é o vereador do PMDB que presidiu a reunião? Porque o nome de todos os bois foram dados, menos o do tal vereador? Será que é alguém que hoje faz parte da base aliada do prefeito Jardel e teve seu nome preservado? E porque o Goias 24 horas não soltou uma linha sequer sobre a participação de Jamil Sebba no esquema comandado por Belchior e sobre o assédio da quadrilha ao atual prefeito de Catalão?

Aguardemos os próximos e picantes capítulos. Os rabos vão todos aparecer (alguns nus) e com certeza vão estar presos uns nos outros.

Gostou? Compartilhe:

25 de setembro de 2013

Charge do dia

Os políticos de Goiás mais uma vez são destaques negativos na mídia nacional, mas ao menos estão andando em BOAS companhias...


Gostou? Compartilhe:

O discurso de Dilma e a cobertura imparcial da Veja

Algumas imagens falam mais que mil palavras, como as imagem abaixo que ilustram a cobertura do discurso da presidente Dilma na ONU feita por alguns prestigiados veículos de imprensa mundiais e pela principal revista do país:





Cobertura tendenciosa ou não?!

Gostou? Compartilhe:

Semana Nacional de Trânsito


Gostou? Compartilhe:

24 de setembro de 2013

A musa da Operação Miqueias


Compartilho logo abaixo um texto de autoria de Wellinton Carlos, publicado originalmente no Diário da Manhã de hoje (24/09), sobre a beldade Luciane Hoepers, modelo de 1,75 de altura que aparece constantemente em ensaios sensuais, presa no último dia 19 sob a acusação de fazer parte da quadrilha acusada de desviar R$ 50 milhões de fundos de pensão de servidores de prefeituras e governos estaduais.

Segundo a Polícia Federal, o grupo usava mulheres bonitas para se aproximar de prefeitos e gestores dos fundos e captar recursos para a empresa Invista, que era operada pela quadrilha. Após o início das investigações, pelo menos 20 pessoas já foram presas. Ao longo de 18 meses de investigação, a quadrilha movimentou R$ 300 milhões.

Catalão, até o momento, não está entre as cidades investigadas e nada indica que Luciene ou membros de sua quadrilha de beldades tentou atuar por aqui, mas o texto de Wellinton é interessante porque permite refletir sobre a atuação de belas mulheres em lobbies (honestos ou não), algo inerente à política nacional, e da qual nossa cidade não está livre, muito pelo contrário, principalmente em épocas de eleição (quem não se lembra da lancha lotada do Oripão?) antigas e recentes.

Segue o texto:

A musa do poder


Que o poder é afrodisíaco, as crônicas da política já se apressaram em dizer. Agora o que não se pensava tão claramente é que o uso de estruturas tão complexas como a beleza feminina podem facilitar os trâmites nos bastidores. Ou seja, a beleza é que é poderosa.


A catarinense Luciane Hoepers é uma das mais belas a supostamente integrar estes bastidores. Ela é suspeita de se unir a um pesado esquema investigado pela Polícia Federal, na Operação Miqueias, que atingiu em cheio a política goiana.

Conforme o jornal Estado de S. Paulo, Luciane teria realizado encontros com um deputado federal e dois estaduais do PMDB goiano. Cardápio: negócios, muitos negócios. E claro: beleza se põe à mesa.


O coração dos esquemas que supostamente fraudaram em milhares de reais os cofres públicos batia no ritmo do aliciamento de agentes públicos: prefeituras deveriam investir o dinheiro dos fundos de pensão em títulos indicados pelo grupo. O prefeito, por sua vez, recebia parte do dinheiro. O esquema não atingiu apenas o PMDB. Um petista, o goiano e ex-assessor especial do governo federal, Idaílson José Vilas Boas Macedo, foi exonerado depois das denúncias.

Ontem, o programa Balanço Geral, da TV Record, mostrou imagens gravadas pela Polícia Federal em que Luciane supostamente se encontra com os deputados goianos, oriundos de um importante sobrenome de políticos do Estado. Nas gravações flagradas pela Polícia Federal, ela se entusiasmaria pelo fato de um dos rapazes-deputados ser filho de um importante prefeito goiano – alvo das ações do grupo flagrado pela PF.


Trata-se de mais uma monotonia da corrupção brasileira: a improbidade administrativa segue à risca padrões de comportamentos já investigados anteriormente. Mas o que chama a atenção é mesmo a beleza de Luciane, já famosa por participar de concursos femininos, capas de revista e reality shows. É figura pública e carimbada com belas tatuagens e corpo pintado em academia.

Em 2012, por exemplo, ela foi eliminada da Casa das Bonitas 2, realizado pelo canal Multishow. Teve aparições também no Programa do Faustão, Zorra Total e Mulher Bombeiro.
Na revista Fluir, ela aparece, estonteante, em um biquíni verde. Diz que o apelido é “Lu” e sonha em comprar um apartamento em Miami. O último livro que leu? O Livro dos Espíritos, de Allan Kardec. Convite irrecusável? “Viajar”. Para quem torce? “Corinthians”. Uma roupa sexy? “Camiseta e calcinha”. Comida preferida? “A mineira”.

Na entrevista, Luciane diz que nasceu em Joinville (SC), mas que atua em Brasília. Ela revela seus hobbies: musculação, jump, spinning, corrida e stand up paddle. E como ganha dinheiro: “como agente de investimentos no mercado financeiro.”


Esta última profissão parece ter aproximado a suspeita do esquema em que agia. Seus lindos olhos azuis – afirmam policiais que efetuaram as prisões – aceleravam todos os esquemas. Corações batiam rápidos e nervosos, prontos para assinar qualquer coisa.

Infelizmente, no site da revista, apareceu nesta segunda-feira um engraçadinho para curtir com a garota: “Teje presa!!!! Kkkkkkkkkkkkkk”, diz o internauta que se batiza de Syk4ryo.

Suas imagens do Facebook revelam uma beleza incomum e uma preocupação quase científica com as formas do corpo. Dentre as inúmeras fotos, uma se destaca não pela beleza, mas pela qualidade da comunicação: um bilhete com os dizeres “Voce e linda”. Isso mesmo, sem acento em ‘você’ e sem o acento do ‘é’. Significa apenas que sua beleza atraía de deputados a pessoas pouco letradas. Seu comentário, aliás diz muito do Português também de “Lu”: “Gostoso e acordar de manha p trabalhar e encontrar um recadinho deste no parabrisa ... Inteligente e meu vizinho escrever isto atras de um tickt de estacionamento com marca do carro e número da placa !!! Este tem personalidade !!! Adoreiiii !!!!”. Com um pouco mais de palavras, a beldade do PMDB goiano mostrou que sabe de Português tanto quanto o adorador desconhecido. E mais defendeu: o admirador e assassino da Gramática.


Longe de ser piriguete, em outras publicações abertas ao público, ela manda recados para supostas concorrentes ou adversárias do universo masculino: “Esta vai para minha amiguinha sinistra do face que vive me mandando Emails: Mentira que vc me odeia ???? Olha minha cara de preocupada amigaaa!!! Nao tenho menor interesse no seu bofe!!! Nao se humilhe mais mandando Msgs... Porque estou feliz demais p me preocupar c o passado !!!”


Com 14 mil seguidores, desde 18 de setembro que Luciane Hoepers não atualiza seu Facebook. No dia 19 foi deflagrada a operação. A PF realizou apreensões de um iate avaliado em US$ 2,6 milhões e cumpriu 27 mandados de prisão.


Com tanta beleza, Luciane terá mais seguidores e pedidos de amizade daqui para frente. E quando sair da Polícia Federal deixará saudades em todos. Por onde sobrevém, deixa cupidos pavimentando sua passagem por meio de setas. Alguns roubam bens, inclusive públicos, mas Luciane roubou, de fato, inúmeros corações. O mito do cupido mais uma vez se repete. O problema é que as setas foram seguidas pela polícia.

Gostou? Compartilhe:

Como o Capitalismo mantém a paz social

Para aqueles que são críticos ao Capitalismo como um modo de produção desumano que joga o trabalhador num círculo vicioso de exploração, consumo e alienação, segue uma singela historinha em quadrinhos retratando o cotidiano de uma fábrica de ovos cabeludos (?), que poderia ser adaptada a qualquer chão de fábrica de qualquer cidade do mundo, até mesmo daquelas localizadas em Catalão...



Gostou? Compartilhe:

Em discurso na ONU, Dilma condena espionagem

Em discurso durante a abertura da Assembléia Geral da ONU nesta terça-feira (24/09), a presidente Dilma Rousseff condenou a espionagem americana no Brasil. Segundo a presidente, não é justificável o argumento utilizado pelos EUA de que o terrorismo poderia justificar monitoramento.

“Jamais uma soberania pode firmar-se em detrimento de outra”, declarou Dilma. Em seguida, se dirigiu diretamente ao presidente norte-americano, Barack Obama. “O Brasil, senhor presidente, sabe proteger-se”, afirmou.

Dilma também pediu um mecanismos multilaterais, para garantir a privacidade pessoal e a soberania das nações na internet. A presidente defendeu os direitos mencionados e afirmou que o Brasil vai adotar legislação para defender-se da espionagem internacional.

A empatia dos presentes ao protesto foi visível, conforme mostra a charge abaixo:


Gostou? Compartilhe:

Terceiro mandato presidencial

Diferenças entre um terceiro mandato presidencial consecutivo, na Europa e na América Latina:


Gostou? Compartilhe:

23 de setembro de 2013

As notinhas de Catalão no Jornal Opção

Quem acompanha a versão online do Jornal Opção (de Goiânia) sabe que todo domingo sai uma notinha sobre Catalão, em especial sobre a política local. A maioria das notas é de depreciação à oposição (leia-se PMDB e Adib Elias) e de exaltação do prefeito Jardel Sebba, nada espantoso nem anormal, ainda mais levando em conta que a Prefeitura é anunciante do periódico, que veicula um banner do Governo da Parceria no canto inferior direito do site.


Neste domingo (22/09), como de praxe, estavam lá as notinhas sobre Catalão. A veiculação normal, de depreciação da oposição, bateu seu ponto: consta que Adib seria candidato a prefeito em Nova Aurora em 2016, pois havia se cansado de perder eleições em Catalão (mesmo tendo perdido apenas uma). Absurdo (se fosse em Cumari, vá lá), pois além de Adib estar inelegível pela reprovação das contas de sua gestão, como o próprio Opção antecipou (e agora ignora), a cabeça dele (e de toda a classe política goiana e nacional) está na eleição do ano que vem (para Governo e Assembleia). 


De toda forma as fontes do Opção em Catalão devem ser confiáveis, já que as notinhas sempre são reproduzidas como verdades absolutas em Catalão, em especial pelos sites, blogs e perfis patrocinados pelo Governo da Parceria. E por isso mesmo o que mais chamou atenção no Jornal Opção deste domingo não foi a candidatura de Adib em Nova Aurora, mas sim o puxão de orelha de Jardel a seus dois aliados mais proeminentes: Mauro Faiad e Rodrigão.



Chama a atenção o fato do puxão de orelha ser nos dois aliados de Jardel que mais vem se destacando a nível estadual, um fazendo parte do Governo e outro na mobilização do trabalhadores, mas por isso mesmo não chega a ser uma surpresa. 

Mauro Faiad vem fazendo uma boa gestão na Secretaria de Ciência e Tecnologia, o que cacifou seu nome voos mais altos, inclusive a disputa por uma cadeira na Câmara Federal, o que seria ótimo para Catalão, que pela primeira vez em muitos anos teria um candidatado com projeção externa e reais chances de ser eleito Deputado Federal. No entanto, tal ensejo se choca frontalmente com o projeto de agradar ao parceiro maior do Governo da Parceria, daí o apoio formal de Catalão já estar sendo costurado para o secretário Thiago Peixoto, daí o puxão na orelha do Maurim.

Já o caso de Rodrigão é mais emblemático. É o mais recente tiro de uma campanha de fogo amigo que há meses vem se articulando nos bastidores da tucanada, o problema é que agora o tiro saiu das redondezas catalanas e repercutiu estado afora, graças ao alcance do Jornal Opção. Um racha político que fica restrito ao quintal não produz estragos e dá tempo de arrumar, ainda mais faltando pouco mais de um ano para as eleições, mas algo explicitado para todo o estado e por um veículo de comunicação tomado como sério (principalmente entre os tucanos) e aliado deixa claro o recado: chance zero de Rodrigão candidato a deputado. 

O recado é claro foi entendido e Rodrigão, como não é bobo, correu atrás do prejuízo e de uma reconciliação com o líder. Para isso usou o Twitter:


Rodrigão criou um mal estar ao jogar suspeição sobre os motivos pelos quais o Jornal Opção divulgou tal nota, em especial porque até então tudo o que o jornal divulgava era certo e verídico, mas também porque sabe exatamente de onde saem as informações que chegam até o periódico, ou seja, ao responder a notinha Rodrigão também deixou claro que realmente existe um racha entre os tucanos de Catalão, se não entre ele e Jardel ao menos entre grupos ligados aos dois.

Se o que o Jornal Opção divulga sobre Catalão em suas notinhas tem ou não confiabilidade não dá para saber, em especial as notas sobe o PMDB e Adib, mas quando o assunto é sobre a tucanada é certo que a fonte está dentro do Palácio Pirapitinga, portanto, para Rodrigão e Mauro Faiad, a edição deste domingo trouxe um recado muito claro: baixem a bola, porque quem dá as ordens no PSDB catalano não está satisfeito com vocês.

Gostou? Compartilhe:  

A prorrogação do Mensalão em vídeo

Segue um vídeo muito legal contando de forma bem humorada, em samba e imagens, a recepção da sociedade brasileira ao resultado do julgamento dos embargos infringentes pelo STF, que frustrou a opinião pública e prorrogou por tempo indeterminado o julgamento do Mensalão:


Gostou? Compartilhe:

Repercussões do Julgamento do Mensalão






Gostou? Compartilhe: